4.9.10

Lauro Corado na Capitania

O lugar, a antiga Capitania do Porto de Aveiro, é luminoso, magnífico. A pintura de Lauro Corado, nascido em Aveiro em 1908, deixa-nos estupefactos. Um homem pintava assim «Duas infâncias» em 1940, «Meu pai, relojoeiro» em 1942, ...

Nos anos 50, fixamos os retratos pintados a óleo sobre madeira («Auto-retrato», 1951; «Retrato de minha mulher», 1958;...):

Nos anos 60 e 70, «Barco sem regresso» (1961), «Ferro de engomar», «Sesimbra - Na varanda» (1972), são obras que nos tocam pela modernidade, pelo olhar díspar e concentrado, pelo afecto que (sempre) transmitem:

A cidade que o viu nascer está presente no imaginário do pintor. Nesta exposição apresentam-se apenas «Marinas de Sal - Aveiro» (óleo sobre madeira, 1971) e «Retrato - Homem de Aveiro» (óleo sobre madeira), :


Aveiro, que possui há vários anos uma grande parte do espólio do pintor, ainda não foi capaz de criar a prometida "ala Lauro Corado" num museu da cidade. Devemos contentar-nos por agora com esta mostra de cerca de 20 obras. Não a percam. E atentem nos detalhes. «A sala de jantar», por exemplo, "esconde" outro quadro presente nesta exposição...


E quem poderá identificar o filho do pintor (óleo sobre tela de 1958), hoje um conhecido cineasta?




«Pintura a óleo» - Lauro Corado
Capitania de Aveiro
21-08-2010 a 12-09-2010
3ª-6ª: 14h00-18h00; Sab: 15h00-19h00 / 21h00-23h30; Dom: 15h00-19h00
Entrada: Entrada livre

2 comentários:

Lauro António disse...

Não é para agardecer, mas obrigado, Maria. Tudo o que se fizer para colocar esta obra à vista de todos é bem vindo.

Lauro António disse...

Não é para agardecer, mas para agradecer. Lapso.