24.12.08

23.12.08

Da Torre dos Paços do Concelho


A Torre, cujos sinos nos vão indicando as horas...

Ângulo invertido da Praça da República...

Depois de subir as escadas...


Fotografando em círculo...



Zoom - Igreja da Misericórdia

Completando os 360 graus...


22.11.08

Azulejos #6




E nem por acaso, estes painéis das Olarias Aveiro pertencem à fachada de uma sapataria... Sapatos tão fortes que nem um leão consegue destrui-los!

29.9.08

Ofícios #1





São dois sapateiros e gosto muito deles. Muito rapidamente e a bom preço põem solas novas, substituem fivelas, etc.. Quando lhes digo que um dia a casa ainda vem abaixo, encolhem os ombros, não podem fazer nada. O senhorio não faz obras e eles também não têm autorização para isso. De qualquer forma, o melhor mesmo era que aquele prédio e os que estão ao lado fossem deitados abaixo. No tempo do presidente Alberto Souto, o objectivo era esse mesmo, criando uma praça ampla que permitisse avistar a Igreja da Vera-Cruz. A maior parte do edificado naquela área pertence à CMA. Agora está tudo parado e os escombros dos prédios vizinhos estão à vista do mundo.

O actual presidente Élio Maia passou por ali e prometeu pôr um daqueles painéis com publicidade para tapar as paredes, mas nem isso. Enfim, puseram algum cimento numa das paredes, a ver se aguenta. Com os pombos, é outro problema. Basta uma janela ter uma abertura - ao nível do 1º piso - e eles ocupam a casa (desabitada). De vez enquando ficam presos e morrem. Outro dia foram recolhidos vários quilos de pombos mortos.
Parece que só resta esperar. O negócio também não vai bem, agora os sapatos são baratos, facilmente se compram uns novos em vez de consertar os antigos...
Ah, eu pude tirar fotografias à vontade. Estão habituados! São muitos os turistas que o fazem, até têm uma colecção de fotos que lhes foram enviadas de vários países do mundo. Os autocarros largam os turistas na Praça Joaquim de Melo Freitas e eles ficam espantados..., acham tudo bonito, até que começam a reparar nos "mostrengos" e entram para fazer perguntas. Pois...

22.9.08

Vamos contar os Ecopontos da cidade...

Eu (ainda) só conheço dois, distantes do meu local de residência! Mas sugiro que me informem sobre outras localizações...

1. Forca

2. Rossio

20.9.08

NaturRIA


Inauguração oficial do NaturRia, 1º Percurso Visitável da Natureza da Murtosa, entre o Bico e a
Ponte da Varela, numa extensão de cerca de 10,5Km.

O NaturRia assume-se como um percurso ribeirinho estruturado e organizado, ciclável e pedonal, que convida o visitante à descoberta e à fruição do espaço natural e do património cultural, através de vias sinalizadas, que ligam uma série de lugares de interesse ecológico, paisagístico e cultural.

O troço a inaugurar contempla a existência de zonas de descanso e informação, devidamente infraestruturadas com placas identificativas do percurso, painéis interpretativos da fauna e flora dos locais, parque para bicicletas, bancos e papeleiras, localizadas no Cais do Bico, na Ribeira
de Pardelhas, no Cais da Mamaparda, no Cais da Béstida e na Varela, e zonas de observação na natureza, situadas em locais de elevado interesse paisagístico, ao longo do percurso.

A empresa Ecoinside (responsável pela implementação do BioRia), respondendo ao desafio colocado pela Autarquia Murtoseira, elaborou o estudo da componente da observação da natureza, nas áreas ribeirinhas do Concelho da Murtosa, o qual contemplou a recolha bibliográfica e documental do património natural e cultural existente, a criação e elaboração de textos temáticos e generalistas para painéis informativos, a elaboração de um banco de imagens da área ribeirinha, bem como a concepção de brochuras de divulgação e de guias de percursos.

O projecto NaturRia é uma sequência do projecto "Murtosa Ciclável", que tem
a sua génese do projecto "Mobilidade Sustentável", desenvolvido por iniciativa da Agência Portuguesa do Ambiente, em parceria com a Universidade de Aveiro.