11.5.09

Menina da Ria. Obrigada, Caetano!

4 comentários:

Moura Aveirense disse...

Gostei bastante da reportagem, mas confesso que não aprecio muito a música... o refrão, então, é muito repetitivo, só "menina da ria.... menina da ria....."... enfim, coisas...

Arranca Rabo disse...

Esta moura será assim tao aveirense?

Moura Aveirense disse...

LOL Meu caro(a) senhor(a), não sei o que é uma coisa tem a ver com outra! Estou a referir-me à música, não à cidade, não misture as coisas. Também há várias canções sobre Lisboa que eu não aprecio, e não é por isso que deixo de gostar da cidade! :D

Bom feriado Aveirense, Moura Aveirense

MRF disse...

Moura, eu gosto da melodia, a letra é que, sejamos objectivos, mesmo kitsch. «O menino do rio» é muito mais poético e sensual. Mas que esta graça de Caetano é uma jóia para a cidade, não há dúvida. E foi lindo vê-lo cumprir a promessa.

Arranca rabo, a Moura já lhe respondeu e, esta outra «quase moira», diz-lhe que viu muita gente de fora apreciar e bater-se mais pela cidade de Aveiro do que aveirenses de gema. Mas sobretudo, ainda bem que os gostos são relativos.


Uma moça
De lá do outro lado da poça
Numa aparição transatlântica
Me encheu de elegante alegria
(Ai, Portugal, ovos moles, Aveiro )
Menina da Ria
Menina da Ria
Menina da Ria

E uma preta
( Parece que eu estou na Bahia )
Tão Linda quanto ela, dizia
No seu português lusitano:
“Pode o Caetano tirar uma foto?”
Menina da Ria
Menina da Ria
Menina da Ria

Arte Nova, um prédio art-nouveau numa margem
Em frente à marina-miragem:
Os barcos na Ria. E depois

Uma taça sobre o pubis glabro, um estudo
Nenhum descalabro se tudo
É sexo sem sexo em nós dois
Menina da Ria
Menina da Ria
Menina da Ria